A pele da casa

17

Depois de dar uma percorrida virtual pela Expo Revestir, o maior evento internacional do setor da América Latina, cheguei à conclusão de que atualmente é possível decorar uma casa só com revestimentos.  Claro que se trata de uma situação imaginária que só foi pensada por causa da imensa variedade de texturas existentes hoje no mercado. Não dá nem para falar em tendência tamanha é a diversificação. Prefiro dizer que existe revestimento para todos os gostos, até aqueles que ainda não foram inventados:  ferrugem, papel de parede de cerâmica, estampas, vintage, impressão digital, vidro, patchwork de azulejos, reciclagem, sustentabilidade… O céu é o limite para a criatividade!

Pathwork da Mazza

Pathwork da Mazza, feito de tirinhas que lembram ladrilho hidráulico

São impressionantes as possibilidades que a tecnologia é capaz de oferecer neste campo: cerâmicas, porcelanatos, pastilhas,  cimentícios,  pedras,  laminados ,  superfícies e muito mais!

PortobelloCeramica

Revestimentos da Portobello

Antigamente, nossos cômodos eram pintados com, no máximo, duas cores, para criar uma bossa e ponto. Os mais ousados deixavam uma parede de tijolo aparente. Agora, ao visitar uma casa recém-reformada podemos ficar tontos com o festival de texturas, cores e formas aplicadas em cada pedacinho de parede ou piso.

MuitoRevestimento

Normalmente eu sento e tento decifrar o que é o quê. Só depois vou ver se o resultado me agradou. Acho que, em muitos casos, há um certo exagero decorrente desse excesso de possibilidades. Mas por outro lado, não há como negar que isso só pode ser bom para o consumidor. Sabendo usar não vai sobrar!

janela

Voltando um pouco no tempo, foi na década de 80 que surgiu o embrião dessa tendência à texturização e à volumetria. Naquela época, com os primeiro sinais de violência urbana, começaram a aparecer os indícios do movimento de encasulamento, necessidade de transformar a casa em refúgio, com o máximo de prazer disponível. Agora, mais amadurecida, a tendência continua evoluindo. Os espaços têm cada vez mais funções de nos trazer bem-estar, proteção, aconchego, relaxamento, convívio social, favorecer o trabalho e o lazer… Enfim, esses redutos tornaram-se foco de melhoria constante. As pessoas querem sentir que estão em um lugar especial.

197641_1620810959553_1214790640_31452293_269993_n

Lançamento da Revelux: madeiras
coloridas nos revestimentos cimentícios

Por isso, assim como todo o segmento do design de interiores, o design de superfície se desenvolveu muito nos últimos anos, principalmente a partir de 2008, com o fake liberado (veja nosso post sobre esse tema). Em nome da sustentabilidade, do “amor à natureza”, aquele purismo, de que madeira tem que ser de madeira, acabou. Afinal, quem ainda vai querer continuar destruindo as florestas? Assim, ganhou força a chamada “natureza revisitada”  –  que significa “imitada” mesmo.  As “pedras” estão cada vez mais perfeitas. Os amadeirados, cada vez mais reais.  E as novas “tramas de fibras” você jura de pés juntos que são de verdade!

189593_107940759285101_100002075326143_82245_4324718_n

Como a textura é considerada um aspecto da superfície associado ao toque e às sensações causadas pelo tato, pode ser considerada a “pele do objeto”, a interface entre o produto (material) e o usuário, capaz de transmitir diferentes sensações. Mas também capaz de estimular os sentidos visuais a partir do uso de cores quentes ou amenas, desenhos e volumes.

DSC02064

Lanzi

Mas nada de receitas prontas, o consumidor  precisa sentir que seu espaço é único. Por isso, é tão importante valorizarmos o processo criativo e o design.

004

Mozaik

As apostas da Expo Revestir 2011 são muitas. Além da natureza revisitada, o design assinado e os formatos extremos. Como é impossível reproduzir todos os lançamentos em um post, destacamos aqui algumas inovações que conseguiram unir a volumetria das obras com a tendência Pixel Art, apresentada em diversos segmentos, além dos designs assinados.

A Portinari, por exemplo, empresa apresentou 13 lançamentos resultantes da aplicação de um conjunto de tecnologias, entre elas, o Sistema Digital de Impressão e intensos estudos de macro tendências. A qualidade inigualável dos produtos está expressa nos ícones HD – Alta definição da Imagem, 3D Imagem – produto em três dimensões, e Infinity Design – Variação da Imagem Ilimitada. Selecionamos alguns bens interessantes!

portinari

Os grandes formatos e os porcellanatos produzidos com a tecnologia digital de impressão são os principais destaques da Portinari, uma tendência que proporciona maior amplitude e visual mais limpo, com menos juntas.

Risk

Risk da Coleção Mega Formatos

A nostalgia, macro tendência predominante nos dias atuais,  foi o conceito que norteou a criação desta coleção (acima) de revestimentos de parede, no formato 33x66cm. Para criar a base, a Portinari buscou a inspiração em papéis de paredes de décadas passadas, apresentando três tons de bege, que remetem à neutralidade.

SkinRotterdam HD - Geral

Skin HD

A Skin HD reúne quatro acessórios que valorizam formas arquitetônicas com grande expressão, como  a que se inspirou na  inovadora arquitetura de Rotterddam, uma das mais modernas cidades holandesas.

Produzida dentro de um conjunto de tecnologias, entre elas, o Sistema Digital de Impressão, é uma coleção de acessórios em porcellanatos encontrados no tamanho 45x90cm. O efeito 3D e a alta definição também são características marcantes destes produtos.

Aposta no design assinado

A fabricante de revestimentos cerâmicos Eliane foi uma das que mais investiu no design assinado como diferencial.

CeramicoCaluFontesDecorTile_Eliane

Coleção Calu Oriente

Essa beleza aí de cima é um modelo assinado pela artista plástica Calu Fontes para a linha DecorTiles, marca Premium (Eliane). Faz parte da série Oriente que explora as culturas chinesa e japonesa com flores, gueixas e caligrafias.

Assinado

Coleção Calu Rosa

Linda de morrer, a série Calu Rosa (acima) traz todo o romantismo dos arabescos, texturas, animais e tons delicados de rosa, verde-água e turquesa. No formado 20 cm por 20 cm, têm preço sugerido de R$ 14,00 cada azulejo, e estará no mercado em abril.

GeoSolarium

Linha Geo da Solarium

A Solarium também investiu no design assinado. Lançou seis novas linhas que ganharam elementos da natureza, da moda e da Arte Moderna.
Inspirada nos acidentes topográficos, a linha Geo (foto acima) recria relevos naturais, com leves ondulações (foto acima).  É assinada pela designer Renata Rubim.
Todos os produtos são fabricados com cimento, material ecologicamente correto, feito com uma mistura de componentes reciclados, cimento branco e mármore moído,  que não gera resíduo ao meio ambiente. Este lançamento já está disponível no mercado por R$ 120,00/m².

Castelatto

Bosque – Immagini da Castelato (impressão de fotgrafias)

O bosque é a primeira imagem da linha Immagini, da Castelatto, que vai ganhar um novo desenho a cada ano. O produto traz fotografias impressas em alta definição. O painel é composto por quatro placas de 0,60 m por 1,20 m, que juntas adquirem a dimensão de 1,20 m por 2,40 m. Está disponível no mercado na cor cinza pelo valor de R$ 490,00/m².

Na belíssima linha Seixos da Mosarte, as pedras encontradas nos rios foram agrupadas em telas no padrão 305 mm por 305 mm por 10 mm de espessura. Revestimento que pode ser aplicado em paredes internas e externas e em superfícies lisas ou curvas. Chegará em maio nas lojas, em quatro cores, a partir de R$ 230 reais/m².

PedrasdeRio

Linha Seixos da Mosarte

Aprecie agora alguns ambientes super bacanas decorados com revestimentos da nova linha Concretíssima da PortoBello. Além de todas as características marcantes do concreto, os produtos trazem a beleza, a durabilidade e a praticidade do porcelanato.

ceramica-portobello-ruy-ohtake-concretissyma-1

Ceramica Portobello – Criação de Ruy Ohtake

ceramica-portobello-ruy-ohtake-concretissyma-5

Ceramica Portobello – Criação de Ruy Ohtake

ceramica-portobello-ruy-ohtake-concretissyma-4

Ceramica Portobello – Criação de Ruy Ohtake

A 9ª edição da Expo Revestir – Feira Internacional de Revestimentos  – terminou no dia 25 de março e reuniu 200 expositores nacionais e internacionais de 60 países no Transamérica Expo Center, em São Paulo.

Por Veronica Fraga

Share.

About Author