Milão digerido

435

“O design não é arte ou moda, deve ser seu objetivo final encontrar
novas soluções para problemas reais”  Philippe Starck

vitra ambiente Vitra

Nada melhor do que o tempo para as ideias se assentarem. O Salão do Móvel de Milão foi em abril, mas a gente passa o ano inteiro ruminando e digerindo o que foi visto por lá. E não poderia ser diferente. O evento apresenta as grandes tendências do design e é a partir deste evento que elas mais se propagam. Como é fascinante ver as tendências  traduzidas e materializadas por designers de todo o mundo! Elas revelam onde estamos e para aonde vamos! E não surgem do nada. São resultado de uma cuidadosa observação do indivíduo no cotidiano, da sociedade e dos acontecimentos locais e mundiais que interferem no comportamento.

Milão não dita mais as tendências, se curva a elas. Traduz os sinais de mudanças que estão ocorrendo e ou que ainda estão por vir. Hoje em dia, nos beneficiamos mais  das tendências quando o design conseguiu identificar, por exemplo, necessidades nossas aparentemente ocultas!

hermes_la_maison_13
Ambiente Hermès-la-maison

Nós sabemos que o design fica entre o consumidor e a indústria. A síntese desses dois é o produto. A indústria é movida pela constante inovação e os consumidores estão cada vez mais exigentes e conscientes do que querem. Não se satisfazem mais como meros seguidores de moda. Deixaram de querer o que é considerado TOP de linha só para ser aceito. Cansaram do que vem de fora para dento. Se puder ter uma obra de arte, e uma ou duas peças de designers consagrados, ótimo. Mas o novo luxo é poder se expressar por meio da construção estética do seu próprio lar ou ver reflita sua personalidade na decoração.

Tentando captar as múltiplas necessidades contemporâneas: funcionalidade, economia de espaço e de material, sustentabilidade, conforto, qualidade, acabamento perfeito, integração entre ambientes e pessoas, o Salão do Móvel de Milão deste ano estava mais híbrido do que nunca! Tentar reunir o máximo de funcionalidaes e estilos numa única peça, a meu ver, foi a grande inovação.

RESUMO DAS  NOVIDADES

HÍBRIDOS

Múltiplos ou mistos na função (versatilidade),  na forma (mistura de estilos ou bicolores) e nos materiais (plástico com tecido), assim  é o design contemporâneo. Entre as misturas estilísticas, o sofisticado com o básico e o clássico com o moderno.

Milão (14)(1)
Philip Starck (híbrido nos materiais e no estilo)

Milão (62)
Releitura da Poltrona Klara de Patrícia Urquiola (híbrido nos materiais)

A correria dos dias atuais pede mais versatilidade em todos os sentidos, principalmente nos espaços de morar. Na busca de transformar a casa num verdadeiro lar, templo do prazer, do conforto, da paz, da convivência e de tudo o que é bom, as moradias urbanas – que já não eram grandes – ficaram ainda menores para abrigar tantos desejos. Não buscamos mais na casa apenas um lugar para comer e dormir. Ela está se tornando um fim em si mesma. Queremos um lar que proporcione bem estar em vários aspectos. E a única maneira de o design cumprir todas as funções agregadas ao novo jeito de morar, com pouco espaço, é sendo muito versátil.

Pensando nisso, a designer Emanuele Magini desenvolveu o sofá Sosia, emblema da tendência. É uma peça divertida que pode ser usada de diversas maneiras. Totalmente adaptável, tem aba de tecido flexível, com zíper. Inclui ou expõe, dependendo de sua configuração, dois assentos almofadados que podem ser ajustados para revelar uma enorme variedade de arranjos funcionais. Um verdadeiro show de metarmofose ambulante!

SofaSosia

Sofá Sosia por Emanuele Magini para Capelli

Nesse grupo também estão os de dupla função ou expansíveis. O objetivo é a otimização de espaços residenciais.

sofc3a1

Dynamic Life Sofa por Matali Crasset (expansível e versátil)

Outro bom exemplo de móvel multifuncional é a bela cadeira Migic Hole de Philippe Starck:

Philippe Starck - Magic Hole Side ViewMilao

Híbrido na função de cadeira/revisteiro

Milão (86)
Híbrido no estilo (design antigo com estampa da pop art)

2rcyo2hr9obl48yl2iuhrlmy
Sucesso de 2010, a poltrona Comback, de Patricia Urquiola para a Karttel,
ganha diferentes cores e pés. Exemplo: pé de madeira e estrutura de
material ecológico semelhante ao plástico (híbrida nos materiais)

MUTANTES E CUSTOMIZÁVEIS:

Tufty Too sofa system by Patricia Urquiola for B&B Italia

Disponível em várias cores e combinações, o sofá Tufty Too, de Patricia Urquiola para
a B&B Italia, é mutante e customizável . Se  adapta a qualquer espaço. Ora pode estar no
living, ora no home theater. Uma parte no escritório, outra na sala.

wpid-canape-bb-italia-tufty-time-color-mixed-450x402

Outra maneira de montar o sofá Tufty Too

EMPILHÁVEIS

Os empilháveis seguem a linha de móveis feitos para ocupar pouco espaço.

karimbline01
Banco Snoop Stool de karim Rashid

tip-ton-chair-barber-osgerby-vitra-1

Cadeira Tip Ton dos designers Edward Barber e Jay Osgerby
0,,48008838,00
Cadeiras Gothic Chair e tapete Firmship, ambos do Studio Job para a Moooi

SUSTENTÁVEIS:

POLÍMEROS E LED
Outro ponto fundamental, sem dúvida, é a sustentabilidade, mais evidente a cada ano, seja através do uso de materiais alternativos e eco-sustentáveis, como os polímeros (poliuretano, polipropileno, policarbonato, polietileno) ou no uso e aplicação de novas  tecnologias, como as luminárias LEDs. Uma das vantagens dos polímeros é que eles são facilmente moldáveis.

Milão (9)
Milão (47)(1)
salao_milao_2011_destaques_f_042
Tip Ton, de Edward Barber e Jay Osgerby para a Vitra
shigeru-ban-yumi-for-fontanaarte1
Luminária de LED de Shigeru Ban Yumi para Fontanaarte


LEVEZA, SIMPLICIDADE E DELICADEZA

A diminuição da espessura  justifica-se pela tendência de móvel sustentável com menos desperdício de material que resulta em peças cada vez mais fina. Com a nova tecnologia da madeira líquida, os tampos de mesas, prateleiras e bancadas ficam com espessura de 25 mm e grandes dimensões de sustentação.

Cadeira Zartan de Philip Starck Magis
Cadeira de Madeira Líquida “Zartan” por Philippe Starck e Eugeni Quitlet para Magis.

A nova tecnologia utiliza o pó de madeira (derivado de lignina da madeira descartada com base em celulose) misturado com uma série de outros materiais naturais (fibras e resina ou óleo de peixe) para criar uma alternativa forte e não-tóxica semelhante ao plástico permitindo a modelagem. A cadeira de madeira liquida é biodegradável e não prejudica o meio ambiente.

Nessa mesma linha, entram em cena as estantes.

Milão (42)

Elas voltaram com força total e ganharam formas inusitadas, ora como jogo de encaixe, ora orgânicas.

14_mhg_bem_milao3ok
Estante Librerie pode assumir diferentes formatos

RELEITURAS

EurekaPiero Lissoni
A cadeira Louis Ghost ganhou luz e se tranformou em ‘Eureka’ por Piero Lissoni

Milão (48)
Releitura da antiga cadeira de balanço
Milão (45)
Cômoda antiga repaginada com pintura pop

Milão (85)
Capitonê como recurso para o design que mistura o clássico e o moderno

INUSITADOS

7nzvp24xx53y09njyb7ijxzu0
Híbrido, une cadeiras e mesas em uma só peça (Super Babel, de Marcel Wanders para XO)

Milão (36)

Milão (15)

Milão (37)

Milão (20)

TRAMAS, TECIDOS E ARTESANIAS

Tramas e tecidos estiveram bastante presentes no mobiliário e nos complementos. O que é usável no corpo para vestir, como o tricô, também pode ser utilizado na decoração. O tecido e as tramas evidenciam o trabalho manual e artesanal e a preocupação com o detalhe.

Milão (68)

Chaise Big Knit, de Patricia Urquiola para a Moroso


Milão (77)

Trama com material sintético

Milão (66)

Móvel com tecido pied de poule

Milão (5)

Artesania na chaise Loop, de Sophie De Vocht para Casamania


LÚDICOS E BEM HUMORADOS

Milão (89)
Sofá Il Giullare, do designer Gaetano Pesce para a Meritalia


Milão (51)

Cadeira Lastika , do designer Velichko Velikov
Feita de uma estrutura tubular de metal e 40 cintos de um elástico
superflexível e bem resistente. O corpo afunda ao sentar.
7tdcvjedkq38z9reyefmsgug
Sucesso no ano passado, a poltrona Nemo, de Fabio Novembre, ganha cores na Driade

GIRATÓRIOS

O objetivo é facilitar a integração entre pessoas e ambientes.

vitraWaver Konstantin Grcic, 2011
Ambiente Vitra

O “altoclássico”, como é chamado o móvel clássico de alto luxo (conservador, uma vez que não incorporou a ideia de sustentabilidade e continua usando o couro e a madeira politicamente incorreta) teve seu lugar na feira, apesar de estar perdendo espaço no mundo.

Confortable

Confortable, um clássico da Hermès, disponível com revestimento em pele de ovelha, couro ou tecido

Quem estiver interessado em fazer o curso de “Organização da Casa com Estilo” ou o de “Organização para Empregadas Domésticas e Governantas” envie um e-mail para [email protected] que entraremos em contato.

Poderá gostar também de:

PoderaGostarDetonadoscomElegancia copy PoderaGostarElatemBorogodo copy PoderaGostarSapatosOrganizados copy PoderaGostarOrganizacaodeRouparia copy

Share.

About Author