Led-se

0

IMG_0069 IMG_0070

Sala de Estar da Família por Maurício Nóbrega – Casa Cor 2011
Aro com LED ilumina a parte da parede
que está dentro do círculo

Ao que tudo indica, o LED – Light Emitting Diode (diodo emissor de luz) – chegou para revolucionar o sistema de iluminação de interiores. Segundo especialistas, a nova tecnologia formaliza um novo marco na história da arquitetura! Para se ter uma idéia da magnitude do advento, fazendo uma analogia com a “Cidade Luz”, por exemplo, Shanghai já está sendo chamada de “Cidade LED”. As mudanças que já podem ser vistas por aí são apenas uma pequena mostra do seu potencial de transformação.

Pensando nisso, decidi que iria trocar todas as lâmpadas da minha casa por LED. Dei uma pesquisada para saber até que ponto isso seria possível. Concluí que dá para substituir praticamente todos os tipos de lâmpadas (incandescentes, alógenas, dicróicas, fluorescentes) sem ter de trocar as luminárias. Em alguns casos, talvez, haja necessidade de transformadores para fazer a adaptação. Ainda há muito o que aprender sobre isso. Um dos sites mais esclarecedores que encontrei a esse respeito foi o da Philips.

Mas é tudo ainda meio complicado porque os termos técnicos ainda são pouco familiares. As vantagens, no entanto, são inúmeras! Vão desde a imensa economia de energia, o que é de grande contribuição para a sustentabilidade, até as possibilidades de cores e tonalidades, regulação da intensidade, mais conforto e benefícios para a saúde (não emitem radiação ultravioleta e infravermelha).

IMG_0085
Adega por Carlos Murdoch, Geórgia Montovani
e Luciana Sodré – Casa Cor Rio

O segundo passo foi tentar entender que mudanças estéticas e funcionais o LED poderia proporcionar aos nossos lares. Reparei que nos novos projetos de design de interiores, o uso do LED surge nas mais diversas formas. A maioria deles já conta com os serviços especializados de lighting designers, trazendo soluções luminotécnicas completas e inovadoras para uso residencial.

CasaCor_TatianaLopes_300911_002
Quarto do Bebê por Tatiana Lopes – Casa Cor 2011 Rio

A iluminação deixou de ser apresentada apenas para aprimorar a visão e passou a trazer sensações e a transformar ambientes de forma inimaginável!

astartes6_A04

O trabalho de luz e sombra pode ampliar um ambiente, esconder “defeitos” e causar sensações nos indivíduos. Os novos projetos executam uma grande variedade de fontes de luz que vai desde o uso de mangueiras de LED de grandes dimensões às iluminações focais de prateleiras, gerando uma gama de efeitos cenográficos diferentes de iluminação em um mesmo ambiente, cujo controle fica nas mãos do morador e varia de acordo com seu estado de espírito. Isso significa que a iluminação terá daqui para frente um aspecto mais dramático em nossas vidas. Fantástico, não?

ccsampa311

O LED pode ser utilizado em spots (sobre bancadas, objetos decorativos), em arandelas (criar efeitos na parede), em balizadores (iluminação de corredores e escadas) e na iluminação de fachadas, entre outras aplicações.

Led4

Além de todas as qualidades técnicas, existem LEDs de várias cores. O LED RGB é capaz de emitir luz colorida pela combinação das três cores primárias (vermelho, verde e azul). Essa tecnologia está disponível com controle remoto à distância, que permite escolher qual cor será visualizada, além de efeitos de transição de cores.

image022
SPA dos bebês gêmeos por Nayara Macedo – Morar Mais 2011 Rio
Sistema de LED RGB (colorido) com controle remoto para cromoterapia

Por último, me perguntei sobre o que gostaria ou não de ter na minha casa a partir desse leque de opções luminotécnicas. Aí é que entra a importância de sabermos quem somos e do que gostamos para não entrarmos nessa onda só por entrar, engolir uma nova estética só porque é uma grande novidade.

00739
Projeto de Jomar de Mello

O arquiteto e lighting designer Jomar de Mello destaca que não basta usar as lâmpadas corretas com reatores e transformadores de qualidade ou mesmo equipamentos modernos e arrojados para imaginar que sozinhos proporcionem um bom resultado lumínico. São necessários cálculos e um forte senso de equilíbrio entre arte e técnica. “O posicionamento correto das fontes luminosas, a focagem, a criatividade e uma somatória de recursos fazem a base da argumentação de um projeto luminotécnico sensível às necessidades de cada cliente. “Eu uso a luz como elemento vital na expressão do espaço arquitetônico, e me esforço para proporcionar experiências foto visuais nos ambientes como respostas psicológicas dos usuários, usando uma variedade de técnicas de iluminação, com soluções adequadas para cada caso”, explica.

light-locations-interior
Luz natural

Sabemos que a arquitetura é capaz de nos transmitir felicidade inconscientemente, trazendo-nos uma alegria repentina que muitas vezes não conseguimos explicar. De acordo com o teórico Szabo, um dos principais elementos do projeto arquitetônico consiste no uso da luz. O autor afirma que o papel da luz na arquitetura possui caráter distintivo, contribuindo com suas características e qualidade intrínsecas na criação do espaço. Ele ainda cita a célebre frase de Le Corbusier, que define a arquitetura como o “jogo sábio, correto e magnífico dos volumes reunidos sob a luz”.

Led_Harco Loor designer Holandês2
Design do holandês Harco Loor

A luz é capaz de definir diferenças entre interior e exterior, enfatizar conexões ou separações, orientar, definir áreas com tarefas diferenciadas e sugerir movimento. Quando surge dentro de espaços que apresentam simplicidade das formas, a luz estimula e inspira nossa consciência, transformando o espaço uniforme em um espaço dramático.

_MG_6765-1 - Cópia
Estar da Família por Renata Rabello – Morar Mais  2011 Rio
Fita de LED no requadro da estante e barras de LED nas sancas

De fato, os arquitetos possuem a luz como ferramenta-chave para poder modificar o espaço e o estado de ânimo do observador. Um dos grandes méritos de um projeto é aquele que consegue criar uma nova atmosfera por meio da luz. Aí está o cerne da questão. Saber que tipo de dramaticidade vamos querer dar aos nossos espaços. Que sensações e quantas variações delas desejaremos ter? Eu posso dizer, por exemplo, que não gosto do uso do LED colorido, exagerado e quando ele cria uma atmosfera futurista! Nestes casos, comparação com a estética das vinhetas da TV Globo é inevitável. Em outros casos, fica tudo parecido com a casa dos Jetsons.

Led5

Também não gosto quando a iluminação é branca e fria. Me lembra escritório de empresa!

LED16

Entre as possibilidades do uso do LED surge a criação de nichos iluminados por toda parte. Nichos são ótimos! Bonitos e práticos! Mas dependendo de como são  projetados podem deixam o espaço com cara para de loja ou de exposição de peças de museu.

casa-kids

denise-monteiro

Este ambiente da foto acima, por exemplo, é lindo! Mas esses nichos azuis????

0,,33445768-EXH,00

Gosto quando ele reforça “cenas” aconchegantes, alegres, intimistas, quando destacam objetos e obras de arte, quando não brigam com uma atmosfera rústica, ou clássica, ou seja, quando não é muito “dramático”. Não gosto de ver minha casa como um palco de teatro.

DECORAÇÃO_41

0,,39092305,00

Já vi lindas luminárias feitas com LED. E aprecio muito o aspecto econômico de energia e da preservação dos recursos naturais. O alto custo inicial acaba sendo compensado rapidamente devido ao baixo consumo e ao maior tempo necessário para que seja necessária substituição. Gosto também das possibilidades de controle de intensidade, do fato de ser inofensivo à saúde, da baixa geração de calor. Gosto do seu uso em banheiros, cozinhas e áreas externas…

Site

O fato é que o LED é a iluminação do futuro (em muitos casos já do presente). Portanto, temos que aprender a conviver com ele e saber tirar o melhor proveito de suas infinitas possibilidades.

LedLuminárias Moooi, Raimond LED por Raimond Puts
Luminárias Moooi por Raimond Puts

Tudo isso abre um debate sobre até onde vai o limite desta intervenção. Lighting designers e especialistas do setor têm expressado suas opiniões acerca do abuso deste tipo de iluminação e de quando ela pode ser empregada sem exagero.
Confesso que fora alguns toques muito pontuais, como a luminária da primeira foto deste post, ainda não vi um projeto luminotécnico residencial que eu me identificasse. Posso até achar bonito, mas não me imagino ali. Por enquanto, vou ficar só no estágio de trocar as lâmpadas antigas por outras de LED. Mais para frente, quem sabe, darei vôos mais altos. Pelo visto, esse tema ainda vai dar muito o que falar!

Poderá gostar também de:

PoderaGostarTransparenciaeTudo PoderaGostarOrganizacaodeRouparia copy (2) PoderaGostarComoFazerdaCasaumNinho PoderaGostar21ideias

Share.

About Author

Leave A Reply