Louceiros de dar gosto

0

Ver

100_7454
Louceiro da casa de uma atriz no Leblon – organizado por Um Brinco

Hoje vamos falar sobre organização de louceiros. É para lá que devem ir todas as louças que não são de uso diário, aquelas especiais que geralmente usamos para receber. Se você ainda não tem um ou guarda tudo misturado, providencie um espaço para ele. O ideal é ter um armário na sala ou no corredor. Caso não tenha, separa uma parte do armário da cozinha para ele.

Colocando a mão na louça

IMG_0243a

Louceiro da casa de uma consultora de moda na Fonte
da Saudade –
organizado por Um Brinco

Para começar, separe toda a louça por grupos: copos, taças, aparelhos de jantar, aparelhos de chá etc. Em cada grupo reúna os que são do mesmo tipo. Ex: jogo de taças francesas com borda dourada, jogo de copos de uísque 1, copos de uísque 2, taças de prosecco 1, taças de prosecco 2, aparelho completo de jantar português, jogo japonês, taça de vinho tinto, taça de vinho branco, taça de licor, faqueiro de prata…

IMG_0227a

Louceiro da casa de uma consultora de moda na Fonte
da Saudade –
organizado por Um Brinco

Divida o louceiro em, no mínimo, quatro partes:

  1. Copos e taças
  2. Aparelhos de jantar e de chá
  3. Faqueiros
  4. Prataria

Comece a guardar, deixando os mais importantes à mão.

100_7457
Louceiro da casa de uma atriz no Leblon – organizado por Um Brinco

Os copos e as taças são guardados enfileirados, de forma que cada grupo fique ao lado do outro. Nunca coloque um copo dentro do outro.

100_7450
Louceiro da casa de uma atriz no Leblon – organizado por Um Brinco

Cada aparelho de jantar ou de chá também deve ser guardado agrupadamente. Os pratos do mesmo tipo podem ser empilhados:

IMG_0245

Louceiro da casa de uma consultora de moda na Fonte
da Saudade –
organizado por Um Brinco

Uma pilha só para pratos principais, outra para pratos de sobremesa, outra para pratos de sopa, pires…

Os mandamentos dizem que não devemos empilhar xícaras porque elas podem quebrar. Mas se não há espaço, coloque um papel seda entre uma e outra para protegê-las. Muitas pessoas possuem mais louça do que precisam. Mas fazer o quê? São relíquias, presentes de casamento, herança avó.

Se não houver muito espaço, as travessas também podem ser empilhadas junto com seus jogos.

Há porta-pratos e porta-taças no mercado. Mas os recomendo apenas no caso das louças que quase nunca são usadas. Eles tiram a visibilidade da organização e com isso fica menos funcional.

Porta-louca

Não deixe peças de prata envolvidas em sacos plásticos. Isso acelera a oxidação por armazenar o oxigênio e abafar a peça. Embalagens de feltro são ótimas para manter o brilho e garantir que não risque no armário.

15816359_5

Se os faqueiros que tiverem suas próprias caixas, devem ser mantidos nelas.

faqueiro1

Caso contrário, providencie sacos de TNT para guardar e separar os talheres de cada faqueiro.

Porta-Faqueiro-Renata

Pronto! No final você vai ver como ficará um brinco!

IMG_0233 IMG_0234

Louceiro da casa de uma consultora de moda na Fonte
da Saudade –
organizado por Um Brinco


100_7448 100_7457

Louceiro da casa de uma atriz no Leblon – organizado por Um Brinco

Com o louceiro organizado você certamente ficará mais animada para preparar recepções, convidar amigos para jantar etc.

IMG_0254a

Louceiro da casa de uma consultora de moda na Fonte
da Saudade –
organizado por Um Brinco

Se quebrar alguma peça, só de abrir o armário você saberá. Não será  pega de surpresa na hora de pôr a mesa!

Poderá gostar também de:

1132746_34483793 Bolsas PoderaAnguloCosmopolita PoderaGostarTransparenciaeTudo

Share.

About Author

Este blog é de autoria da decoradora, organizadora de interiores, consultora em decoração e organização, Veronica Fraga, que também é fotógrafa, jornalista e colunista da Revista Rio Arquitetura e Design. Uma pessoa multifacetada e apaixonada por tudo o que é ligado a estética.

Leave A Reply