Recebeu ou comprou flores? Aprenda como mantê-las

248

A

Por Marisa Lima

Ter flores de corte em casa sempre alegra o ambiente. É também um investimento, e nem sempre muito barato, por isso temos que ter alguns cuidados desde a hora da compra para que dure o maior tempo possível em nossas casas.

Elas são transportadas até os centros distribuidores em caminhões frigoríficos com um enorme controle de temperatura para que cheguem fresquinhas. Portanto, procure comprá-las sempre pela manhã, pois ainda estarão bem frescas e serão mais resistentes à manipulação e ao transporte até a sua casa.

Procure ver se as hastes estão bem rígidas e se as flores não apresentam manchas. No caso das rosas, evite as que tiverem os botões amarelados ou molengas, pois isso indica seu apodrecimento, e eles certamente cairão mesmo antes de desabrochar. Mesmo assim, procure comprar flores ainda em botão, pois irão desabrochar em sua casa e terão maior durabilidade do que uma planta já totalmente aberta.

As folhagens que irão compor seu arranjo também não devem estar murchas ou amareladas. Não confie se o vendedor lhe disser que elas vão ficar lindas depois que você colocar na água. Se estiverem murchas vão continuar murchando.
Caso você não vá fazer o arranjo logo ao chegar em casa, guarde, flores e folhagens, ainda embaladas, no gavetão de sua geladeira. Esta opção só não deve ser feita com flores tropicais como a Strelitzia e a Helicônia e com as Orquídeas.

Agora vamos à montagem: corte os galhos no sentido diagonal – cerca de meio centímetro já é o suficiente – com uma tesoura bem afiada para não mastigar os galhos. Faça isso de preferência sob água corrente.

Remova as folhas da parte inferior dos galhos, pois se as folhas ficarem em contato com a água apodrecerão rapidamente, provocando mau cheiro.

Coloque pouca água no vaso, pois as hastes só precisam de água em sua parte inferior. É por ali que elas farão sua absorção. Basta uns quatro centímetros de lâmina d’água. Não utilize açúcar, água sanitária, aspirina ou outras receitas caseiras na água dos arranjos. Use simplesmente água fresca, trocada a cada dois dias.

As flores em ambientes com ar condicionado ressecam mais rápido e nestes ambientes as flores durarão menos, assim como em dias de muito calor.
Troque a água a cada dois dias, cortando novamente as hastes sempre que trocar a água do jarro.
Agora use toda a sua criatividade e faça um lindo arranjo para sua sala, quarto, lavabo, ou, para que ambiente for. Espalhe alegria pela sua casa!

 


Marisa Lima é paisagista formada pela Escola de Belas Artes da UFRJ. Tem 34 anos de experiência na profissão. É especializada em Educação ambiental, Recuperação de Jardins Históricos, Recuperação de Áreas Degradadas e Perícia Ambiental entre outros. Realiza projetos, implantação, reforma, manutenção e consultoria de jardins.

Coluna anterior:
Jardins Verticais

 

Share.

About Author

Este blog é de autoria da decoradora, organizadora de interiores, consultora em decoração e organização, Veronica Fraga, que também é fotógrafa, jornalista e colunista da Revista Rio Arquitetura e Design. Uma pessoa multifacetada e apaixonada por tudo o que é ligado a estética.

Leave A Reply