Desejo concreto

2

esejo concre

43 ambientes decorados com cimento queimado e similares

A história da estética é mesmo fascinante! Veja o caso do cimento que, de argamassa intermediaria virou revestimento de primeira. Em muitos casos, elemento fundamental de ambientes luxuosos.
Há umas três décadas, quando víamos um espaço com o piso de cimento, pensávamos: “ainda não colocaram o piso”.

E agora, descoberta a sua beleza quando bem usado, suspiramos de paixão! Do chão, subiu as paredes e chegou ao teto. Foi experimentado em residências urbanas e no campo. Ficou ótimo em qualquer lugar!

Em locais quentes e frios…

Casa Cor 2013 – Santa Catarina

Simples e sofisticado.

Infinitta

É uma espécie de papel em branco, “que tem a cor que você pinta”. Ou de camaleão, que assume a forma e estilo dos outros elementos onde está. Enfim, um hospedeiro que possui uma relação de dependência com o sistema sobre o qual habita.

(neste caso é cimento descascado)

Por outro lado, tem também o poder oposto de dar o tom na decoração. O toque moderno, a pegada descolada, o ar acolhedor (sério) quando em contraste com elementos rebuscados. Para mim, o mais bacana é quando ele provoca sensação de contradição no ambiente. Isso pode ser obtido por meio de contrastes e de misturas com móveis e objetos de natureza oposta. Exemplos: concreto x natureza, concreto x móveis antigos, concreto (cor neutra) x cor, e por aí vai.

É tão bonito e versátil que criaram placas pontas para facilitar a aplicação (meio complicadinha). A Portobello acaba de lançar a Linha Concretíssyma. Placas de cimento queimado rendado.

É um delicado efeito produzido com estêncil em padronagem floral. Surgiu de um projeto de colorir o concreto de Ruy Ohtake. Os tons variam de intensidade, conforme a reação do cimento, do cal e do oxigênio da água durante o processo de cura.

Casa Cor 2013 – Santa Catarina

E quando a gente pensa que já viu todas as possibilidades, surge a mágica de um desenho que aparece toda vez que o cimento é exposto à água, em áreas externas. É a Solid Poetry, tecnologia holandesa do Studio Frederik Molenschot .

O efeito “cimento queimado” pode ter inúmeros tipos de acabamento: liso fosco, rústico com irregularidades que são um charme, cara de concreto bruto, branco…

Muito cimento queimado que vemos por aí é fake: produzido com tinta especial, porcelanato, entre outros.  Mas como o fake já está liberado há muito tempo, tudo bem. A praticidade muitas vezes vem em primeiro lugar.

Cuidados na aplicação:

Ao contrário de outros revestimentos, que já vêm prontos para aplicar, o cimento queimado requer muitos cuidados na execução. É aconselhável o uso de mão de obra especializada. Há certos detalhes técnicos que podem evitar trincas, manchas e bolhas.
O pó usado para queimar o cimentado deve estar seco e ser bem misturado. Se a mistura não ficar homogênea, corre-se o risco de surgir manchas. Deve ser uma das últimas etapas da obra, evitando assim a passagem de carrinhos e equipamentos pesados sobre ele. Para áreas externas, o conselho é não queimar a superfície, mas só desempenar – assim, não fica escorregadia.
Ainda nas áreas externas, é aconselhado proteger o cimentado, após o fim do trabalho, com uma lona plástica, sem deixar que ela toque no piso.
Para quem quer maior praticidade deve optar pelas placas já prontas e vendidas no mercado que não tem efeitos colaterais indesejáveis.

Inspire-se também nestes outros ambientes:

 

Poderá gostar também de:

   

Share.

About Author

Este blog é de autoria da decoradora, organizadora de interiores, consultora em decoração e organização, Veronica Fraga, que também é fotógrafa, jornalista e colunista da Revista Rio Arquitetura e Design. Uma pessoa multifacetada e apaixonada por tudo o que é ligado a estética.

2 Comentários

  1. Ninah Fleur comentou em 23 de dezembro de 2012 às 23:33. Tá ela se desculpou. Como se alguém tivesse alguma coisa a ver com isso. Mas a pergunta que não quer calar: Será que os fófis que se utilizaram dos trabalhos da moça vão pedir desculpas tb? E olha que em termos de “culpa” se é que isso existe, acho que eles tenham bem mais do que as prestadoras de serviços…

Leave A Reply