Corais de Acaú: coleção com a cara do Brasil

294

*

Por Claudia Ferraz

282505_111816018914304_2558628_n

 

Na área do design de mobiliário, em especial sob o ponto de vista da sustentabilidade, o Brasil vem colecionando iniciativas muito felizes. Há profissionais voltados para uma produção significativa de belos produtos. Belos porque bonitos e belos também por promoverem a inclusão social, favorecendo a participação ativa de comunidades interessadas em ganhar autonomia profissional com novos saberes e aprimorar a estética de seus “fazeres à mão”.

produção 2

Produção de artesãs da Paraíba

Resultado: peças ricas em identidade e valor cultural, criadas em suas regiões de origem, por gente da terra, sob o olhar apurado de quem conhece design.

Um dos profissionais antenados com essa prática é Sérgio Matos, nome respeitado no circuito do bom design não só no Brasil, mas também lá fora.

sergio matos retrato

Designer Sérgio Matos

Ele é mato-grossense, vive na Paraíba e é um apaixonado pela cultura brasileira. Me conta que uma de suas fontes importantes de  inspiração é sua vivência nas feiras regionais de artesanato. “Gosto das mais tradicionais, como a de Campina Grande”, me diz Sérgio, confessando que se sente muito à vontade para criar com escama de peixe, fibra de bananeira, fibra de coco…, até mariscos!

Pois foi um desses seus projetos comunitários e com materiais regionais que selecionei para mostrar aqui: o trabalho com a Associação de Marisqueiras na praia de Acaú, distrito do município de Pitimbu, no litoral sul da Paraíba – resultado de uma consultoria prestada por Sergio via Sebrae/PB.

o grupo na praia

Artesãs da Associação de Marisqueiras na praia de Acaú – Paraíba

Os primeiros encontros de Sérgio com o grupo começaram em agosto do ano passado. O grupo é composto por mulheres, quinze ao todo, com faixa etária variada, de 20 a 60 anos. “As artesãs nunca haviam  recebido orientação antes, o que criavam até então eram peças bem simplificadas, sempre multiplicando a produção regional muitas vezes voltada para o comércio do turismo. Em geral eram barquinhos de madeira com conchinhas coladas a bailarinas e garças, peças mais rústicas, com pouco valor comercial”, registra o designer.

antes era esse o artesanato desse grupo da Paraíba

Antes era esse o artesanato desse grupo da Paraíba

Sob sua orientação, aquelas mulheres viram, em pouco tempo, que podiam fazer muito mais. Tiveram a oportunidade de ampliar seus olhares, manipulando outros materiais, experimentando novas cores e aprendendo noções sobre as formas e os traços mais desejados pelo mercado. Descobriram a arte de fazer lindos objetos de decoração, usando como matéria-prima os mariscos, material com que lidam no dia a dia.
Fruteiras, vasos e luminárias… Uma coleção inteira inspirada nos corais localizados naquela região da Paraíba. As marisqueiras passaram a se sentir mais vivas, mais importantes, mais produtivas. E felizes!

centro laranja em baixa

Centro de mesa laranja Corais de Acaú

cesto amarelo em baixa corais de Acaú

Cesto amarelo Corais de Acaú

Luminaria_Corais de Acau

Luminária Corais de Acaú

Sergio Matos conta um pouco sobre o processo de criação. “Primeiro fui conhecer de perto o material com o qual elas trabalhavam e que eu pretendia que fosse a matéria-prima. Foram muitas visitas até eu desenvolver os produtos e começar a trabalhar com elas. Esse foi o início da coleção ‘Corais de Acaú’, que reúne fruteiras, vasos e luminárias com conchas de marisco trituradas, arame e barbante. A  estrutura de cada peça é feita com arame galvanizado; o acabamento, com mariscos triturados; e a pintura é feita com esmalte sintético”, detalha ele, que se manteve por perto do grupo no processo de criação e de produção das primeiras peças.

artesãs trabalhando

“Trabalhamos juntos e o resultado foi incrível. Agora essas mulheres marisqueiras são autônomas, tanto para produzir como para comercializar. Elas produzem de acordo com a demanda de pedidos ou quando participam de alguma feira. De qualquer forma, cada peça leva de dois a três dias para ficar pronta. A consultoria agregou bastante valor às peças, e eu também adquiri muito conhecimento com as artesãs, ganhei muita lição de vida. Foi um trabalho de troca de conhecimentos”, finaliza Sérgio, contando que essa consultoria já foi concluída.  Ele, porém, sonha em ampliar a experiência, desenvolvendo produtos específicos em todas as regiões do Brasil, com o envolvimento das pessoas de cada lugar (em 2013, o estúdio de Sérgio trabalhou com sete comunidades de Campina Grande, João Pessoa e Recife).

sergio com as artesãs

Sérgio com as artesãs da Paraíba

Alba Maria, uma das artesãs e marisqueira da praia de Acaú, espalha aos quatro ventos: “Estou amando esse trabalho maravilhoso, um presente, em primeiro lugar, de Deus, em segundo lugar do Sebrae. O Sérgio é um profissional de mão cheia. Hoje em dia estou me dedicando ao artesanato com mais liberdade e confiança. Se comparo com o que fazia antes, posso dizer que melhorei muito. Não fica barato comprar os materiais, mas vale muito a pena, me faz crescer.”

artesã com flores brancas

É Alba a responsável no grupo por fazer o envio de peças da coleção Corais de Acaú para qualquer parte do país. Porque são peças que ainda não chegaram a lojas de design. Por enquanto, a venda é feita na própria cidade de Pitimbu, em lojinhas frequentadas por turistas, e em feiras e eventos dos quais a associação participa.

vasos na pedra com branco

vasos sobre a pedra

Sérgio Matos:

Em 2010 e 2011, Sérgio Matos participou do Salone Satellite em Milão e ganhou o Prêmio Design Excellence Brazil 2011.
Em 2012 recebeu o Prêmio IF Product Award; foi menção honrosa no 26º Prêmio Design MCB e foi premiado no Brasil Design Award como Designer de produto.
http://sergiojmatos.blogspot.com.br

Fotos Divulgação

Claudia Ferraz é jornalista, atua em diversas áreas e tem sintonia natural com arte, design, fotografia e arquitetura. Reuniu tudo isso a “azuis” no seu blog http://adoroazuis.blogspot.com..br

 Anterior:

Cerâmica Recente

Share.

About Author

Este blog é de autoria da decoradora, organizadora de interiores, consultora em decoração e organização, Veronica Fraga, que também é fotógrafa, jornalista e colunista da Revista Rio Arquitetura e Design. Uma pessoa multifacetada e apaixonada por tudo o que é ligado a estética.