A cor do ano (2015)

0

Como se a gente mudasse a decoração como trocamos de roupa, todos os anos, os principais institutos de pesquisa do mundo elegem a cor do ano! Mas, pensando bem, não estamos longe disso. A decoração anda tão mutante que as transformações ocorrem cada vez com mais frequência.
Os institutos Pantone Color Institute (Pantone), Colour Futures (Coral) e Colormix (Sherwin-Williams) já definiram “a cor do ano”. Como são três, está provado que “a cor do ano” não existe. No máximo, teremos “as cores do ano”.
Os estudos se baseiam em tendências de comportamento e projetam os anseios atuais das pessoas para o  próximo ano. A indicação influi na indústria criativa como um todo, que lança rapidamente produtos com as cores eleitas.
As 3 cores são diferentes, embora muito parecidas:

PANTONE

PANTONE 18-1438 Marsala

Denominada Marsala é um vinho amarronzado, lembra o vinho siciliano homônimo. “Universalmente atraente”, declarou Leatrice Eiseman, diretora executiva do Pantone Color Institute.

Decoração-Vinho-Marsala
Segundo os especialistas, esse matiz encarna a riqueza satisfatória de uma refeição farta, enquanto suas raízes marrom-avermelhadas emanam uma terrosidade natural e sofisticada. O tom é caloroso e cheio de estilo. Possui qualidades impactantes e é realmente elegante quando usado sozinho ou quando sobressai, acompanhado de outras cores.

cor-do-ano-2015-pantone-marsala-borboletas-na-carteira-2

Remete ao movimento de volta às origens, de redescoberta do processo de escolha dos alimentos, do cozinhar e do servir, reunindo os mais chegados em volta da mesa, oferecendo o que tem de melhor.

EstudioGloria

Estúdio Glória

CORAL

cedro

O Colour Futures, da Coral, apontou a Sombra de Cedro como cor do ano. Segundo o instituto, reflete uma visão positiva do mundo e uma ênfase renovada no ato de compartilhar. Além de espelhar o positivismo, a Sombra de Cedro – e demais cores que complementam a cartela – representa a paleta natural da terra, desde tons de barro até tonalidades de pele e também as nuances de sépia que lembram o passado.
Como ainda não fui à loja conferir, estou na dúvida se ela é mais alaranjada ou mais rosada. A cor  varia nas fotos e também é chamada de Laranja Acobreado.

coral5

A exemplo das outras edições do Colour Futures, a cor do ano foi definida a partir de uma ideia dominante para o próximo ano que é “Cotidiano: como encontrar maravilhas no dia a dia”.

CedroLaranjaacobreado

Substituindo os tons frios azuis e verdes dos últimos anos, uma gama mais quente de rosas, vermelhos e laranjas vem surgindo, refletindo uma visão mais positiva em todo o mundo. Os ricos tons terrosos de sépia, ocre, terracota e argila criam uma paleta que é natural e forte. É um rosa antigo que também ajuda as composições com misturas de épocas.

Vídeo da Coral:

SHERWIN-WILLIAMS

CoralReef

Já o instituto Colormix definiu a Coral Reef como a cor do ano.  Uma tonalidade que brinca entre o rosa, o laranja e o vermelho. Bastante versátil, ela pode ser usada para dar ao ambiente um ar tradicional, vintage, campestre ou contemporâneo.

CoralReff

É parte da “Festivo”, uma das quatro coleções que compõem a paleta de cores 2015 da marca.

coralreff2

Assim como a cor do ano, as outras tonalidades apontadas pelo estudo da Sherwin-Williams têm influência do meio ambiente, do mundo natural das plantas medicinais e da floresta tropical. São cores festivas, com tons de coral, de violeta, jogando muito bem com o verde da floresta.

coral-laranjas-01

Os estudos lançaram também cartelas com outras cores que seguem a tendência e combinam entre si. Mas isso é assunto para outro post.

A questão é : será que eles acertaram?
Mesmo revelando um estudo de tendências, nada disso deve ser incorporado ao pé-da-letra. Se você se identificou com todas ou algumas, tudo bem. Mas se vai adotar apenas porque está na moda, melhor pensar duas vezes. As cores estão aí para nos fazerem sentir bem, para aumentar a sensação de liberdade de escolha e de expressão. Não para nos aprisionar. Use aquelas com as quais você se identifica mais. Até porque, a cada ano, muda. Em 2016, é muito provável que as cores frias: azuis, verdes e turquesas voltem. Não se esqueçam de que o mercado precisa mudar sempre. Ele vive de “novidades”.
Quer um exemplo? A Pantone disse que ano que vamos gostar do marrom.

Cor_do_ano_Pantone_2015

Eu, por exemplo, sempre gostei. Mas só o da madeira. Não gosto, nem nunca vou gostar de parede ou móvel marrom para o interior de uma casa.
A personalidade continua sendo o fio condutor da casa como reduto da felicidade e do bem-estar!

 

Share.

About Author

Comments are closed.