Boho: vamos descombinar?

0

Publicado inicialmente na Revestir ComBr

Reparem nas duas fotos a seguir. Elas traduzem bem o estilo Boho ou Boho Chic, como preferem alguns:

GostoeBomGosto2

924459702_7ULFT-O (2)

Fotografou? Então vamos começar pela história! Segundo a Wikipédia, o termo vem de “bohemian of soho“, um movimento que surgiu em NY nos anos 20, entre um grupo de  artistas e intelectuais que misturavam arte e moda e levavam a vida fora dos padrões e regras pré-estabelecidas. “Bo” de “bohemian” e “ho” de “soho”. Se popularizou nos anos 60/70, ganhando novas referências com o estilo hippie.

3Revestir

NanetteHome15-750x1125

A estilista Thea Porter foi uma das grandes mentes criativas por trás do style.

Thea Porter outside one of her fashion shops in 1977.

Thea Porter

Influenciada pela estética oriental, também tornou-se designer de interiores em Londres. Com produções visualmente ricas e estampas exóticas, acreditava na casualidade de peças misturadas. Ao longo das décadas, seu nome foi se apagando da memória.
Em 2013, um novo sopro de liberdade e o interesse pelo vintage estimularam o resgate de suas criações. Com esse revival, surge em Londres, em 20103, o termo “boho chic”, de “Bohemian Chic”. Desde então, o estilo vem se consolidando na moda e na decoração contemporânea.

hippiedecor

NanetteAtHome6-750x500

estampasespeciais9

11Revestir

12Revestir

13Revestir

14Revestir

15Revestir

O Boho é o mais livre dos estilos. Isso por si só já é fascinante! Talvez, por essa razão, também esteja bombando na decoração e na moda!

Hoje podemos identificar tanto o boho, digamos, autêntico, em que a única regra é não ter regras, quanto o Boho como influência, inspiração e releituras incríveis! Mas aí surge a pergunta, como identificar um estilo (o autêntico) se ele não têm nenhuma regra? É que, na verdade, tem sim. Poucas, mas têm. O resgate do hippie já é uma. E nessa esteira, uma série de características que os identificavam nos anos 60 e 70 foram incorporadas:

  • Influência oriental;
  • Mistura livre de estilos;
  • Peças adquiridas em brechós e feirinhas;
  • Plantas penduradas no teto (aproximação com a natureza);
  • Valorização do artesanato;
  • Muitas cores;
  • Objetos, tecidos e estampas étnicas;
  • Sobreposição de estampas diferentes;
  • Ausência de preocupação em combinar cores e formas;

A atitude boho radical é a de

Já em outros casos, é um desastre total: poluição visual, aspecto desleixado, cafona, entre outros. Mas é bom deixar claro que isso também é muito pessoal. Eu posso detestar e você amar, e vice-versa.

Como seus adeptos apostam na casualidade, é tipo um jogo de varetas, do jeito que cai, fica. No design de interiores, às vezes, dá certo, outras vezes não. O grande lema é: “compre apenas o que você realmente ama. Não se preocupe se vai coincidir com o que você já tem, porque as chances são de que vai sim. A maioria de nós é atraída por certas cores, estampas e texturas”. E é verdade. Uma certa desordem também compõe o charme do estilo, transmite descontração e um ar descolado.

Boho47

A mistura de várias referências, sem medo de ousar, é o que o torna tão fascinante, instigante e, na maioria das vezes, lindo. O aspecto amável e habitável dos ambientes costuma a atrair o olhar instantaneamente! É difícil não se encantar!

16bRevestir
Decoração da loja Farm

inspiracao maravilha

Há também quem adote o boho com composições mais equilibradas ou apenas como fonte de inspiração. É o que percebo no ambiente das primeiras fotos do post. Apesar da aparência aleatória, existe uma harmonia! Mas como? Uma dica é inserir alguma simetria no caos. Ela quase não será notada, mas vai dar uma cara mais equilibrada no mix.

Boho6 (2)

Boho44

Usar menos elementos também ajuda.

Outro truque é escolher cores que conversem entre si, mesmo que não seja óbvio, para fazer a liga. Eu, por exemplo, não curto o exagero, nem cores em excesso, mas gosto de dar um toque boho nos ambientes. E mais: acho que são esses toques que levam tempero e vida para a decoração.

Decoreju 21-03-2011 (3)

Designers Guild

05

Sem sombra de dúvida, na decoração boho é onde vamos encontrar a maior quantidade de estampas por metro quadrado. E as mais belas também!

BohoIndustrial3

A mistura de tapetes orientais, tecidos suzani, cortinas florais, mantas e animal print ou patchwork formam uma atmosfera exótica e atraente.

O boho é cosmopolita, ao mesmo tempo em que valoriza as culturas locais de cada parte do mundo.

movel-reciclado16

Boho32

068

Boho28

O ato de customizar o ambiente e fazer dele uma forma de expressão, característicos do estilo boho, é uma maneira de contar a história do morador por meio da decoração!

O conforto também é muito importante. Não é à toa que os sofás são amplos e há muitos pufes, almofadas, redes, balanços.

5e2b131e3ae339c5feb49cd91f5c574c

EstiloEcletico9

No início anos 70, Hans Hopfer, inspirado no jeito de viver dos hippies, projetou para a francesa Roche Bobois o sofá modular com o nome Lounge, totalmente boho. Desde 1990, é a venda n.º 1 mundial da marca sob o nome de Mah Jong.

BohoRoche Bobois Sofa Mah Jong 4

sofá Mah Jong

Sua forma baixa e tecidos Missoni Home convidam ao relaxamento. Ele tem vários componentes que podem ser colocados juntos em qualquer espaço. É customizável e permite diferentes composições.

BohoIndustrial13

sofá Mah Jong

Define o ambiente como o local para encontros casuais, tardes preguiçosas, noites de cinema com os amigos, um soninho depois do almoço…

BohoRoche Bobois Sofa Mah Jong 2

sofá Mah Jong

Claro que é caríssimo, poucos poder ter um exemplar. Mas é uma fonte de inspiração! Pode-se obter um efeito semelhante com futons de cores e estampas diferentes.

O boho de hoje continua com o espírito livre do passado, mas com ingredientes de atualidade. Autêntico e despojado, segue quebrando padrões com ousadia e vem inspirando designers renomados, como Patricia Urquiola:

PatriciaUrquiola2

Patricia Urquiola

Guilherme Torres:

GuilhermeTorres4

Sig Mergamin, por exemplo, é muito boho! “Sempre  gostei de misturar, usar mais cor. Sempre corri o risco e sempre deu certo. Mas os decoradores atuais têm medo de correr o risco. Fica tudo bonito com cor cru, bege, preta, branca, cinza, marrom, mas fica tudo igual, muito massificado. Não tem erro, mas eu prefiro correr o risco e misturar tudo”, diz Sig.

SigBergamin5

Para ele,  o que importa é gostar de cada item. “Se você gosta de cada peça, todas combinam entre si. Há uma imensidão de coisas, e eu ponho tudo junto e dá certo. Acho bacana misturar um quadro de um pintor importante com um pôster antigo, desde que se goste. Você tem que confiar no seu gosto, e aí vai um pouco da sua alma. É uma mistura, porque sua casa é a sua vida.

sig-bergamin-0411-03

Também acho bacana a preocupação com o conforto, que é o maior luxo que se pode ter. O dia adia não é confortável. Então, quando você chega em casa, ela tem que ser confortável e silenciosa. Tem que ter paz”, justifica.

Boho12

SigBergamin7

Sig Bergamim

Sim, o estilo é controverso, mas quem se importa com o que os outros pensem? Não decoramos nossa casa só para ser vista e aceita, decoramos para nós mesmos que vivemos nela. E mais: acho que todos os estilos contemporâneos beberam, pelo menos, um pouquinho nessa fonte. E quem consegue fazer uma composição predominantemente boho com equilíbrio e harmonia merece aplausos!

Sig Bergamin

Boho57

Imagens: Google

GALERIA

A título de facilitar a visualização, subdividi as imagens em três grupos. No entanto, a classificação do que é “radical” e do que é “inspirado” é exclusivamente minha.

Boho radical


Inspiração Boho


Mais de Sig Bergamin

Share.

About Author

Comments are closed.