Tendência de cores 2017

0

Publicada inicialmente na minha coluna Decor do portal Revestir.com.br

O azul encabeça, mais uma vez, as paletas de cores previstas
para o próximo ano! Mas os motivos são diferentes!

O mundo passa por mudanças profundas de mentalidade. É o que revela os principais institutos de pesquisa de tendências que projetam as cores do próximo ano. O azul é a cor que que exprime os novos anseios porque a gente quer “comida, diversão, arte” e, além de tudo, tranquilidade para lidar com o mundo em ebulição. Ele vem com um pouco de cinza, mas a quantidade varia. E os tons também!

1

As turbulências políticas e sociais geram sensação de insegurança, busca por espiritualidade, mais tranquilidade e maior proximidade com a natureza. A velocidade dos acontecimentos traz o desejo de uma vida mais slow. Formas alternativas de se viver com mais simplicidade, sustentabilidade, consumo consciente, melhor qualidade de vida e novas experiências são necessidades percebidas no cotidiano frenético que já tornou gastas as experiência consumistas.
A alta conexão das redes sociais produz uma duplicidade: ao mesmo tempo que queremos esta conexão, porque nos aproxima virtualmente, percebemos o quando ela pode nos diluir como indivíduos. Daí a necessidade de reforçar a individualidade e aumentar a privacidade e o aconchego do refúgio. A busca por um individualismo compartilhado reflete a tendência da vida colaborativa difundida nas redes sociais. A onda de migração gera a necessidade de conexão entre os povos no sentido de que ‘todos somos cidadãos do mundo’.
Em síntese, nesse momento, estamos em busca de paz, de calma, do essencial, do retorno às origens e do equilíbrio.

Vamos ver como isso se traduz em cores? Tem previsão de cores para todos os gostos!

2

A responsável pelo Color & Design Marketing, da Sherwin-Williams, na América Latina, Carol Derov, explica que foi a partir das inquietações humanas e acontecimentos mundiais surgidos nos últimos anos que a Sherwin-Williams apresentou o Colormix 2017, um composto de 40 cores divididos em quatro coleções e a tonalidade que dará o tom no próximo ano.

A cor do ano da Sherwin-Williams é a Poised Taupe.

3
Seria o novo neutro, uma mistura de cinza com marrom. Representa o equilíbrio entre o quente e o frio. Em 2016, as indústrias revelaram uma transição surpreendente do cinza ao taupe. Embora cinza ainda seja importante, vimos uma mudança significativa nos materiais e cores de acabamento para expressões mais quentes de neutro. Colorir o cinza tem sido uma prática comum, libertando-o de ser apenas preto com branco.

Aqui cabe uma observação. Apesar de a cor do ano deste fabricante ser um tom neutro, é a paleta Luz da Noite, representada pelo azul que, de fato, dá o tom da coleção.

4
Luz da Noite – Sherwin-Williams

Segundo a Sherwin-Willians, o estado da cor azul nunca esteve tão inquieto. Nova espiritualidade, fluxo cultural, auto expressão e nostalgia estão se combinando para pintar um retrato emergente de nosso futuro compartilhado.

As quatro paletas da Sherwin-Williams: Luz da Noite, Simplicidade Essencial, Sem Fronteiras e Novos Rumos refletem a necessidade de renovação espiritual, a busca pela tranquilidade e a busca por novas experiências.

Paleta Luz da Noite

5
Esta paleta é rica em cores escuras como tons em vinho, azuis nórdicos e frios, neutros clássicos, atemporais e amarelo. Segundo o instituto, é uma das paletas mais preciosas porque estamos desejando um refúgio das luzes urbanas ofuscantes, um espaço para virar nosso olhar para dentro e recarregar o espírito. A melancolia consciente alimenta um novo romantismo marcado por padrões medievais, costumes resgatados e beleza agridoce. Os mestres holandeses sabiam o segredo: “matizes escuros estabeleceram um cenário dramático para o brilho sensual”.

Paleta Simplicidade Essencial


6
Segundo os pesquisadores, à medida que nossas transações diárias avançam para a nuvem, a aquisição de experiências está se tornando preferível à novas compras. “Fazer o bem” é o novo aspecto bom, e está tomando a forma de “voluntarismo”, retiros de cura e viagens ecológicas. Estamos em busca de um ideal indescritível: um “luxo justo”. As estradas desta viagem são revestidas com neutros gelados, rosas nobres e marrons selvagens. Elas trazem para o ambiente um design sustentável e uma autenticidade radical como novos padrões.

Paleta Novos Rumos

8

O virtual e o real se mesclam sob a forma de comércio transparente e colaborativo “em qualquer lugar”. Impaciente pela mudança social e política, estamos nos reinventando primeiro. A identidade nunca foi tão fluida. “Você faz você” é o mantra de uma geração preparada para a auto expressão. Há uma energia feisty no momento atual, refletida na paleta pelos tons ardentes e cores vibrantes, como o laranja, amarelo, roxo.

Paleta Sem Fronteiras

9

A imigração global está redefinindo fronteiras, identidade nacional e nosso senso de coexistência. As marcas estão se orientando mais para um propósito com as comunidades mais conectadas. O design está se adaptando a populações mais diversas. Estamos mais propensos a investir no melhor que podemos pagar – criados e personalizados – e, em seguida, mantê-lo para sempre. A consciência global tem paleta apimentada, com vermelho intenso, azuis de personalidade e amarelo. Traz à tona a importância do DYE, com o artesanato e o trabalho manual. “Não estamos projetando apenas por estética, mas para solucionar um problema do mundo. É o design centrado no humano”, afirma Carol. Cores como “água-doce”, “mar adriático”, “delírio vermelho” e inspirações da natureza refletem um pensamento de comunidade e coexistência.

Coral

10

­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­É também nos azuis, predominantemente acinzentados, que a Akzo Nobel, dona da marca de tintas Coral no Brasil, aposta para 2017. Batizado de Mergulho Sereno, o tom é atemporal e foi eleito pelo estudo de tendências Colour Futures, que reúne todos os anos um grupo de pesquisadores, liderados por Heleen van Gent, no Centro de Estética Global da Akzo Nobel na Holanda.

11

Cores simples, tranquilizantes e que nós reconhecemos fazem parte dessa paleta. São cores com histórias e significados que nos proporcionam momentos reconfortantes e de paz. O azul é fresco, é calmo, é revigorante, é alegre, é a cor do passado, do presente e do futuro.

Com o mote central “A vida sob um novo ângulo“, foram apresentadas 45 tonalidades em uma cartela de cores que revela quatro tendências globais — ou seja, temas que representam alguns padrões de comportamento notados hoje na sociedade.
Além da “Mergulho Sereno” (carro-chefe), apresentam uma série de cores – do rosé aos verdes musgo e floresta – que refletem quatro macro temas: Novo Romantismo, Individualismo Compartilhado, Home Office e Reinvenção do Luxo.

Paleta Mergulho Sereno

12
Seus estudos confirmam que buscamos um ritmo de vida mais calmo, tranquilizante para a era da conectividade e do compartilhamento, e, nada como o azul para nos proporcionar isso. Ele é leve e capaz de se transformar quando combinado a outros matizes. “Pensamos em uma cor que está sempre presente no nosso cotidiano e que é reconfortante. É um tom que vem da natureza, que remete à água e ao céu e transmite uma sensação boa que precisamos nesse momento. Mergulho Sereno transita em todos os estilos de vida e de decoração”, explica Heleen van Gent.

Paleta Novo Romantismo

13
Lindíssima, essa paleta busca inspiração nas cores da natureza, e nos convida a uma reflexão sobre nossas responsabilidades com nós mesmos e com o ambiente. As cores reforçam a consciência para nossas atitudes e nos lembram de viver cada momento fazendo algo relevante em nossas vidas.

14


Paleta Individualismo Compartilhado

15

16
Na era da conectividade, mais do que nunca queremos fazer parte de um grupo e estar com pessoas com que podemos compartilhar interesses comuns. Essa paleta traz cores vivas e abertas, sempre prontas para interagir, conectar e compartilhar. Aborda a cultura do compartilhar e os novos jeitos de viver influenciados pelas comunidades criadas via redes sociais.

Paleta Home Oficce

17

 

18

Home office é sobre o movimento de trabalhar em casa e a busca pelo equilíbrio entre a vida profissional e pessoal. Retrata a procura por uma maneira saudável e equilibrada de viver e trabalhar no mesmo ambiente. Os escritórios se parecem cada vez mais com as nossas casas.

Paleta Reinvenção do Luxo

20

Traz o tema “recordar é viver”, com a nova consciência sobre o consumo: compre menos, escolha bem e faça durar. Considera que as experiências pessoais têm mais valor do que o excesso de consumismo

Pantone

Na mesma linha da busca de formas alternativas de viver, acredita que a imaginação e criatividade serão explorados no uso das matizes. Aposta que os tons vão sair do lugar comum e ganhar novos usos.

Niagara

21

Confortável, seguro e descontraído, este azul foi usado por Carolina Herrera, por Zac Posen e por Joseph Altuzarra nas passarelas. Os três estilistas apresentaram olhares completamente diferentes sobre a mesma cor. A criatividade envolvida foi o que mais chamou atenção da Pantone.

Primrose Yellow

22

Esse amarelo traz calor e vitalidade. É um tom alegre, marcado pelo entusiasmo, alegria e, é claro, dias ensolarados. Assim como outras cores que fazem parte dessa seleção, o tom lembra flores e natureza.

Lapis Blue

23

Imprime um pouco mais de vitalidade e energia para a paleta de cores de 2017. Mais vibrante que o tradicional marinho, tem um brilho interior que transmite força e segurança.

Flame

24

Um laranja avermelhado bem quente, extravagante e animado.

Pale Dogwood

25


Pode ser vista como uma extensão do Rosa Quartz, uma das duas cores de 2016. É um rosa pálido que transmite inocência e pureza.

Greenery

26

Os verdes também vão ter protagonismo na próxima primavera. O greenery vai estar na moda, já que é uma estimulante, que expressa nossa necessidade de explorar, experimentar e reinventar. Além disso, assim como o azul, o verde é uma cor que acalma.

Pink Yarrow

27
Segundo a Pantone, é uma cor tropical e festiva, que tenta e seduz.

Kale

28

Baseia-se na folhagem e também evoca o desejo de se conectar com a natureza. De acordo com a Pantone, é um fundo perfeito para os tons vibrantes do planeta e da paleta.

Island Paradise

29

Um azul refrescante, esse tom é queridinho de Victoria Beckham. O matiz remete à brisa da primavera. Além disso, o nome (Ilha Paradisíaca, em português) lembra praia com água translúcida.

Hazelnut

30

Não poderia faltar um tom pastel. É uma variação do Rose Quartz, que junto com o  azul Serenity foram eleitas as cores de 2016!

Se as cores da sua casa não estiverem nessas paletas, o que acho quase impossível, diante da variedade, você não precisa repintar só por causa disso. O mais importante é que seu refúgio tenha a cor que te transmite bem-estar.
Mas, se por outro lado, você encontrou aqui a cor ou cores que estava procurando para colorir seu santuário, que bom!

Share.

About Author

Comments are closed.